O Grito do Ipiranga

terça-feira, 1 de setembro de 2009 |


O sonho de tornar o Brasil um país livre e justo para todos levou o povo a lutar pela nossa libertação de Portugal. Muitas tentativas ocorreram e muitos morreram em busca desse ideal, entre eles Tiradentes.
Conta a história que...

Em 7 de setembro de 1822, às margens do riacho Ipiranga, D. Pedro recebeu carta da princesa Leopoldina e do conselheiro José Bonifácio de Andrada e Silva, que o avisava das ordens vindas de Portugal determinando sua volta à Metrópole senão perderia seus direitos de herdeiro ao trono português.

D. Pedro ficou furioso com o que leu, não voltaria atrás em suas decisões. Arrancou do chapéu o laço azul e branco português e bradou:

-“Laços fora, soldados! A Corte Portuguesa quer escravizar o Brasil! Cumpre declarar já a sua independência.Estamos definitivamente separados de Portugal".
E levantando a espada, continuou:
- "Independência ou morte seja a nossa divisa: o verde e o amarelo as nossas cores nacionais".!

Seu grito foi acompanhado por todos que estavam naquele local. No mesmo ano D. Pedro foi consagrado imperador do Brasil.
Esta é uma parte da história dos brasileiros em busca do ideal de ter um país livre que assegure a todos o direito pleno à CIDADANIA.